Carta de São Paulo com importantes recomendações para a prática de Facility Management é divulgada pela Abralimp

0
133
Fundação abre as portas do conhecimento das atividades de limpeza profissional e de gestão

Entidade promoveu o Fórum Internacional de FM em agosto e dele surgiram reflexões e recomendações de especialistas de diversos países aos profissionais do segmento

Em agosto, o Fórum Internacional de Facility Management, promovido pela Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (Abralimp) reuniu especialistas de diversos países visando discutir as principais tendências, desafios e oportunidades da atividade. E, com base nas apresentações e debates do evento, foi elaborada de forma inédita “A Carta de São Paulo”, trazendo importantes instrumentos que podem direcionar as práticas dos profissionais de FM.

“A Carta de São Paulo é importantíssima porque traz insights e recomendações extraídos deste evento, com a presença de profissionais de diversos países com ampla expertise em FM. No mercado de limpeza profissional, a gestão da prestação de serviços é peça fundamental para o sucesso das organizações. Queremos compartilhar com todos este rico documento para consulta”, destaca Ricardo Nogueira, presidente da Abralimp.

Durante o Fórum, surgiram diversas dúvidas de quem atua no segmento: “Como saber se caminhamos na direção certa?”; “Tudo o que fizemos até aqui ainda é válido?”; “O que o mundo faz, hoje, no campo de FM?”; “Quais as tendências e urgências na gestão?”

O Fórum contou com a curadoria do Prof. Dr. Moacyr Eduardo Alves da Graça, da Universidade de São Paulo (USP), e o apoio do professor e consultor Ricardo Crepaldi. “O documento foi inspirado nas reflexões, dentro e fora do Fórum, e reúne os principais aspectos para orientar o mercado de FM”, destaca Moacyr da Graça.

A Carta traz 32 pontos-chave agrupados em seis tópicos (educação, pessoas, locais, processos, normalização e tecnologia), sendo a sustentabilidade um tema de destaque em todos eles para as práticas diárias.

Segundo Crepaldi, expressa a visão de especialistas sobre pontos relevantes para o futuro da profissão. “A Carta permite, claramente, em nível global, entender a importância da visão multidisciplinar da temática de FM e onde colocar foco para alinhar com as tendências e necessidades. É um norte para enfrentar os principais temas inerentes às empresas e é focada no profissional”, avalia.

A carta foi assinada por onze especialistas, os nove palestrantes internacionais do Fórum e os professores Moacyr da Graça e Crepaldi.

São eles:

Atkin, Brian Prof. Dr. / Reino Unido

Crepaldi, Ricardo MSc. / Brasil

Doherty, Paul CSI, CDT, IFMA Fellow, DFC Senior Fellow / Estados Unidos

Graça, Moacyr Prof. Dr. / Brasil

Lavy, Sarel Prof. Dr. / Estados Unidos

Nenonen, Suvi Dr. / Finlândia

Osayamwen, Collins CFM, FMP, IFMA Fellow / Nigéria

Pienaar, Helgard HND Eng. and Post Grad Dip / África do Sul

Ritter, Ted LEED AP, PBD, PMP, IFMA Fellow / Estados Unidos

Theriault, Michel IFMA Fellow, FMP, LEED AP / Canadá

Waddell, Duncan BBus, FAICD, LMFMA / Austrália

Insights sobre educação

A educação é o primeiro ponto-chave da carta. Confira os tópicos abordados:

● Perceber a evolução de FM ao longo do tempo de modo que ela possa ser alavancada para o crescimento e desenvolvimento da profissão.

● O suporte da profissão de FM depende dos investimentos realizados atualmente na

educação de futuras gerações de Facilities Managers. Nos dias atuais, já existem

oportunidades para exercer o FM como carreira.

● Tirar o máximo proveito da elevação da profissão. Devemos adquirir a educação, a

capacidade de liderança e a visão de negócio necessárias para nos tornarmos especialistas em tecnologia.

● Para competir dentro de nossas organizações por recursos, os Facilities Managers precisam desenvolver mais habilidades do negócio.

Clique aqui para conferir a carta na íntegra.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here