Evento organizado pela ADVB/ADVP aproxima empresários brasileiros e portugueses

0
526

LISBOA (POR) – Entre os dias 25 e 27 de setembro aconteceu no Hotel Dom Pedro Lisboa, a Conferência Internacional do Setor de Serviços Brasil-Portugal.
O jantar de abertura (25), que teve a presença de 50 congressistas, contou com a presença do Embaixador do Brasil em Portugal, Luiz Alberto Figueiredo Machado, além dos responsáveis pela organização e realização do evento: João Vieira Lopes, Presidente da CCP; António Saraiva, Presidente da ADVP/CIP; Lívio Giosa, Presidente Executivo da ADVB; João Diniz, Presidente da Cebrasse e José Renato Bóia Rocha, Vice-presidente e fundador da ADVP. O deputado federal Laércio Oliveira também prestigiou a cerimônia.
Figueiredo Machado, que foi homenageado com a entrega de uma placa em alusão à Conferência, destacou a importância da relação bilateral entre os países e saudou a iniciativa do encontro. Lívio Giosa e João Diniz, em suas intervenções, ressaltaram a grandiosidade do evento que promoverá a união de empresários portugueses e brasileiros com a finalidade de internacionalizar as empresas de lado a lado. O evento continua amanhã com a realização de diversos painéis.
Lamentou-se a ausência do presidente da ADVB, Latif Abrão Júnior que, por compromissos de última hora, não pode estar presente. António Saraiva lembrou de Abrão Júnior como um importante empreendedor e ativo trabalhador pelo crescimento e pela relação entre os dois países por meio da ADVB e ADVP.
Palestras marcam o segundo dia
No dia seguinte (26) foi realizada uma série de palestras sobre o fomento de negócio entre os dois países. Inicialmente, na abertura oficial do evento, João Vieira Lopes, Presidente da CCP; Lívio Giosa, Presidente Executivo da ADVB; João Diniz, Presidente da Cebrasse revezaram-se nas falas ressaltando a iniciativa do encontro e da oportunidade ímpar de formalizar negócios bilaterais entre os dois países.
Em seguida, com a presença de cerca de 100 participantes, João Vieira Lopes voltou ao púlpito e, ao lado de Rui Monteiro, presidente do Conselho da Cebrasse com o tema “As Oportunidades do Setor de Serviços em Portugal e no Brasil”. As abordagens analisaram perspectivas econômicas, resgaste de investimento pós-crise nos dois países e a reordenação econômica luso-brasileira que pode levar a novos negócios.
“O Contributo do Factoring para a Internacionalização das Empresas” foi o tema de Paulo Pinheiro, presidente da Associação Portuguesa de Leasing, Factoring e Renting (ALF). Pinheiro fez uma análise de como o trio – leasing, factoring e renting – pode auxiliar na saúde financeira das empresas e consequente crescimento.
O deputado federal Laércio Oliveira, membro da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo, indicou que o encontro é uma janela de oportunidade para os empresários de Brasil e Portugal ampliarem seus negócios.
O secretário de Estado de Internacionalização de Portugal, Eurico Brilhante Dias desenvolveu o painel “O Panorama do Setor de Serviços na União Europeia e o Potencial de Negócios com o Brasil. Brilhante Dias fez um chamamento de investimentos dos dois lados e alertou que a relação entre os dois países precisa ser mais firme, empreendedora e realista a ficar, meramente, no campo das ideias.
Durante o almoço, António Saraiva, presidente da ADVP/CIP, saudou os participantes e reiterou que os laços entre Portugal e Brasil devem ir além das questões culturais e idiomáticas. Ratificou a fala do secretário de estado e afirmou que a hora é de empreender.
Por fim, o Ministro da Economia de Portugal, Manuel Caldeira Cabral parabenizou a Conferência. Afirmou que, apesar de algumas turbulências, os investidores devem ter em mente que Portugal é a porta de entrada da Europa e seus 500 milhões de consumidores e o mesmo se aplica ao Brasil, em relação ao Mercosul e à América Latina. Caldeira Cabral acredita que é uma questão de tempo para haja sensível aumento dos investimentos e do empreendedorismo de lado a lado.
O evento teve continuidade à noite com um jantar de negócios com representantes da prefeitura da cidade de Cascais, importante representante do turismo lusitano.
No último dia do evento ocorreram várias mesas de negociações entre os conferencistas.
A Conferência Internacional do Setor de Serviços Brasil-Portugal teve a organização da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil e de Portugal (ADVB-ADVP) e é uma realização da Confederação do Comercio e Serviços de Portugal (CCP) e da Central Brasileira do Setor de Serviços (Cebrasse). O evento tem a produção da CPL Meetings & Events e conta com o apoio da Fundação Brasileira de Marketing (FMB), Federação Nacional das Associações dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (FENADVB), Instituto ADVB, Confederação Empresarial de Portugal (CIP), Skal Internacional São Paulo, Associação de Jovens Empresários Portugal-China (AJEPC), Federação Sino PLPE e Céltica Viagens e Negócios.