ESPECIALISTAS EM CRÉDITO CRIAM ENTIDADE NACIONAL PARA FOMENTO DOS PEQUENOS E MICROS NEGÓCIOS

0
130

São Paulo, 9 de outubro de 2020 – Os sindicatos patronais do setor de fomento comercial de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina (Centro-Sul), Mato Grosso do Sul, Espírito Santo e Amazonas lançaram nesta sexta-feira, durante live realizada pela manhã, a Associação Brasileira de Factoring, Securitização e Empresas Simples de Crédito (ABRAFESC).

A nova entidade representa segmentos especializados em abrir as portas do crédito para micro e pequenos empreendimentos, clientela geralmente alijada das linhas de crédito oferecidas pelo sistema financeiro tradicional, assim como dos recém-criados programas oficiais PRONAMPE e FGI, até aqui insuficientes para suprir a enorme demanda existente.

Em atividade desde abril de 2019, as Empresas Simples de Crédito são um grande exemplo da pujança deste mercado, ao totalizar perto de 800 unidades em apenas um ano e meio de existência, sendo que uma quarta parte delas já se associou aos sindicatos fundadores da ABRAFESC.

Voltada às pessoas jurídicas que precisam de dinheiro para adquirir matéria-prima, pagar salários e reforçar o giro de caixa, sobretudo durante uma crise sanitária e econômica como a atual, as ESCs estão entre as prioridades da Associação.

EXPECTATIVAS

“Não poderíamos continuar dividindo forças, ao lutar separadamente em diferentes Estados por uma única causa”, justifica o presidente da nova entidade nacional, Hamilton de Brito Junior, que também comanda o SINFAC-SP – Sindicato das Sociedades de Fomento Mercantil Factoring do Estado de São Paulo, onde está funcionando a sede da Associação.

Ponto de vista semelhante tem o seu vice, Roberto Mauro Pereira, atual presidente do SINDISFAC-MG – Sindicato das Empresas de Factoring de Minas Gerais. “A união dos nossos sindicatos será fundamental para conseguirmos resolver as principais demandas que dificultam o desenvolvimento das atividades empresariais, como a falta de estímulo ao crédito e a burocracia tributária”, constata.

Para o diretor financeiro da ABRAFESC, Elpídio Veronez Debiasi, hoje presidindo o SINFAC-CS/SC – Sindicato das Sociedades de Fomento Comercial – Factoring do Centro Sul do Estado de Santa Catarina, “a larga experiência dos sindicatos, que com o passar do tempo acabaram extrapolando as fronteiras de seus Estados, abrirá muitos caminhos para o diálogo com os representantes dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário”.

Já o diretor secretário da Associação, Bruno Ferreira de Almeida, presidente do Sindicato das Sociedades de Fomento Mercantil Factoring do Estado do Espírito Santo (SINF/AC-ES), acredita que a nova entidade também amplie o processo de inovação, “facilitando com isso a tomada de decisões, por exemplo, na hora de se fechar uma operação de crédito”.

Presidente do SINFAC-AM – Sindicato das Sociedades de Fomento Mercantil e Factoring do Estado do Amazonas, Silvestre Augusto de Araújo Castro projeta uma entidade igualmente focada em desenvolver soluções e produtos viáveis “para ajudar os empresários a serem mais competitivos, especialmente porque é difícil atuar em um mercado 100% digital, muitas vezes complexo e caro”, pondera.

Também fundador e diretor da Associação, o presidente do SINFAC-MS – Sindicato das Sociedades de Fomento Factoring de Mato Grosso do Sul, Edson Dib Bichara, prevê que o surgimento desta nova entidade fortaleça segmentos que possuem grande sinergia em suas finalidades e pleitos. “O fomento comercial brasileiro mudou de patamar, reforçando a sua real vocação – apoiar os empresários a crescer, a partir do maior acesso ao crédito”, complementa o dirigente sul-mato-grossense.

Com mandato até 2024, a primeira diretoria da ABRAFESC é composta ainda pelos diretores Marcio Lima Gonçalves (comercial), Renato Coelho, Thais da Costa Bittar, Ari Celio Mendes, Doriana Pieri Bento, Suzana Alves Garbeloti, Adriano Mendes, Rafael Clementino e Ramon Lemos.

Por Luciano Guimarães

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here