Através do Maurício Felgueiras, idealizador do OneShare, a empresa fala sobre o impacto da LGPD na rotina empresarial e dá dicas de como melhorar essa gestão de dados.

0
4894

A LGPD é uma legislação que vem mexendo muito com a rotina de nós empresários, principalmente para quem armazena dados de seus clientes. A lei veio para assegurar melhor a forma como essas informações são coletadas e mantidas. O início da vigência da lei foi alterado diversas vezes, mas, atualmente, sabemos que a partir do mês de agosto desse ano de 2021, ela passará a ser exigida para todas as empresas que atuam com dados pessoais.

É importante entendermos que a nova lei estabelece a diferença entre dados pessoais e sensíveis. Os dados pessoais são aqueles que permitem identificar uma pessoa diretamente, como RG e CPF. São informações importantes que envolvem um alto risco caso caiam em mãos erradas. Por outro lado, a coleta de dados sensíveis é necessita ainda de maior atenção. Eles são dados que possibilitam discriminação, como religião, raça, orientação sexual, dentre muitos outros dados que exigem boa custódia de quem os têm. Por conta disso, podem ser aplicadas medidas ainda mais rigorosas para tratar e proteger esses dados.

Todos estamos sujeitos à LGPD e uma realidade é crua: nossas empresas precisam se adequar para essa nova realidade. Pequenas a grandes empresas precisam se atentar para não perder esse fluxo de informações e estarem sempre respaldados caso qualquer cliente venha a solicitar um parecer sobre o uso ou armazenamento dos seus dados. Se a sua empresa não tiver as adequações necessárias à LGPD conforme solicitado, pode pagar multas de 2% sobre o seu faturamento anual, limitada a R$ 50.000.000,00. Além disso, ainda é possível aplicar uma multa diária que encerra apenas quando a violação à proteção de dados é cessada. Ainda que você pague a multa de 2% do seu faturamento, dependendo do tipo de informação vazada, a pessoa física ainda pode ingressar com uma ação civil solicitando indenização por danos morais.

Ou seja, o maior conselho para qualquer empresário no momento é: pesquise como a sua empresa necessita ser adequada com sua equipe interna e o seu advogado. E, a partir disso, implemente processos e ferramentas que assegurem a sua empresa à lei.

Uma das soluções necessárias e efetivas nesse sentido é o gerenciamento dos dados em nuvem, com compartilhamento via sistemas na internet com armazenamento seguro. Esse tipo de gestão em ferramentas facilita o mapeamento dos dados, para que o profissional saiba exatamente o que está sendo usado e para qual finalidade e possa auditar todas os acessos, cadastros e alterações. Além disso, é possível definir a sua política de privacidade, evidenciar como os dados são tratados para os clientes, pedir o consentimento e garantir um canal sempre aberto para que eles solicitem alterações quando desejarem.

Para auxiliar a sua empresa nesse novo formato de gestão de arquivos e dados necessário a partir de agosto de 2021, você pode contar com o OneShare. O gerenciador de arquivos em formato portal corporativo white-label – totalmente personalizado com a identidade visual da sua empresa -, com uso intuitivo e possibilidade de acesso de onde você estiver. Nele você integra toda a sua rede de relacionamento: seus colaboradores, parceiros e clientes armazenando os dados na nuvem de forma segura e prática, com auditoria e regras de compliance de acordo com a sua empresa.

Portanto, a LGPD já está gerando muitos desafios para nós empresários. Em resumo, a conselho da OneShare é: faça a adequação dos processos com uma equipe interna ou externa e implementação as novas regras em seu negócio mensurando dados e escolhendo as ferramentas corretas para incorporar as exigências da nova lei.

Por fim, convidamos vocês a conhecerem mais sobre o OneShare, a solução com melhor custo-benefício no mercado para adaptar sua gestão de forma simples e rápida.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here