‘Já Vendeu’ é a nova apoiadora master da Cebrasse

0
125
Daniel Paredes, site Já Vendeu
Daniel Paredes, site Já Vendeu

Criada há pouco mais de dois anos, a startup nasceu com o objetivo de ajudar as pessoas e empresas a venderem (ou comprar) produtos usados de uma maneira fácil e segura

Esqueça a trabalheira e o receio que dá de vender um objeto ou produto que você não quer mais em marketplaces on-line. Agora, a empresa ou pessoa que quiser passar adiante bens móveis, pelo menos em São Paulo, pode contar a ‘Já Vendeu’, uma startup especializada em compra e venda de itens usados.

A empresa surgiu em São Carlos, interior paulista, de acordo com o empreendedor Daniel Paredes, após ele e os sócios observarem a necessidade de um serviço diferenciado, que investisse na transparência do negócio e inspirasse confiança em quem vende ou compra. Assim, somaram o conhecimento que tinham acabaram criando a plataforma digital.

Não é parecido, por exemplo, com a OLX, Mercado Livre ou Enjoei porque há todo um trabalho de venda. A gente conversa com o cliente e analisa o produto, fecha um contrato de serviço, vai ao local onde a pessoa tem o produto, retira e já libera espaço, pois muitas vezes um dos motivos para venda é que a pessoas não querem mais ter aquele objeto em sua casa ou empresa. A gente leva, então, para o nosso armazém, faz o processo de catalogação e venda on-line. Após a venda, entrega para o comprador e repassa o dinheiro da comercialização para quem forneceu o produto. Para fazer esse trabalho, recebemos uma comissão que varia de 30 a 40% do valor cobrado pelo bem. Mas o mais importante nesse processo é como a gente tira o trabalho de quem quer vender, pois a pessoa não gasta tempo negociando. Não precisa encontrar um estranho em casa ou na rua, a gente resolve tudo”, explica Paredes.

Com o crescimento do negócio, a ‘Já Vendeu’ transferiu as operações para a capital paulista. O armazém que recebe os produtos – e onde os itens ficam expostos para compradores que desejarem ver o item desejado antes de adquiri-lo – fica na Mooca. A mudança amplificou o público-alvo, que, atualmente, é majoritariamente de pessoas físicas.

Parceria com a Cebrasse

A plataforma também trabalha com a venda de itens usados de empresas. As instituições que quiserem desfazer-se de móveis, eletrônicos e eletrodomésticos. Seguindo a mesma fórmula: análise do produto, retirada e armazenamento, venda e entrega. Agora, com a parceria com a Cebrasse, o objetivo é alcançar o universo de negócios que compõem o setor de serviços. E os associados da Central que resolverem anunciar bens na plataforma terão um desconto de 10% da compra de qualquer produto na ‘Já Vendeu’. “Estamos muito satisfeitos de trabalhar essa parceria com a Cebrasse”, comentou Paredes. Para saber mais sobre como funciona a parceria acesse o site: www.javendeu.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here