Estudo da Cebrasse sobre impacto da Reforma Tributária no setor de serviços é destaque no G1

0
78

IVAs a 25% no setor de serviços. De passagens aéreas a bares e restaurantes: os diferentes reflexos da reforma tributária nos serviços

A reforma tributária aprovada no Senado tem preocupado, de forma geral, o setor de serviços. A leitura de entidades da área é que o texto irá impactar de maneira diferente as diversas atividades que compõem o segmento.

A matéria do G1 informa que a Central Brasileira do Setor de Serviços calcula alta generalizada, com impactos diferentes para cada segmento — exceto os de regimes especiais.

Por outro lado, especialista afirma que a nova legislação pode até afetar um pouco os preços dos bens e serviços adquiridos pelas famílias, mas manterá, na média, a tributação atual.

Em um estudo sobre os possíveis impactos da reforma tributária no setor de serviços, a Central Brasileira do Setor de Serviços (Cebrasse ) calcula uma alta generalizada, com impactos diferentes para cada segmento. Não entram na contagem aqueles enquadrados como regimes especiais.

A estimativa sobre a carga tributária das atividades foi feita com base na alíquota de 25%. Segundo Jorge Segeti, diretor técnico da Cebrasse, a apuração considera médias de incidência tributária ao longo das cadeias de produção e da interação desses segmentos com o restante da economia.

Os destaques do levantamento vão para os serviços de segurança, vigilância e investigação e para os aluguéis não mobiliados e gestão de ativos intangíveis não financeiros (aluguéis de automóveis, computadores e máquinas, por exemplo).

A previsão para esses dois grupos é que a carga tributária chegue a dobrar, de acordo com os cálculos de Jorge Segeti. Veja abaixo:

 

AtividadesIncidência tributária sobre faturamento (%)
Situação vigenteIVA de 25%Variação percentual
Armazenamento e serviços auxiliares aos transportes21,1127,3829,70
Correio e outros serviços de entrega19,5925,6631,00
Serviços de alojamento em hotéis e similares21,4624,4513,90
Livros, jornais e revistas14,2522,4757,70
Serviços cinematográficos, música, rádio e televisão18,9729,3454,70
Desenvolvimento de sistemas e outros serviços de informação16,5924,4047,10
Aluguel efetivo e serviços imobiliários14,4124,2368,20
Serviços jurídicos, contabilidade e consultoria17,7625,7845,10
Pesquisa e desenvolvimento20,6527,8134,70
Serviços de arquitetura e engenharia17,2923,8137,70
Publicidade e outros serviços técnicos20,8826,4026,40
Aluguéis não-imob. e gestão de ativos de propriedade intelectual10,1220,33100,90
Condomínios e serviços para edifícios15,0121,3242,00
Serviços combinados de apoio de edifícios, exc cond prediais23,4229,7226,90
Limpeza em prédios e domicílios23,5129,8126,80
Imunização e controle de pragas urbanas25,2831,5624,90
Atividades de Limpeza não especificadas anteriormente24,7831,0725,40
Outros serviços administrativos16,1622,4839,10
Locação de mão de obra temporária22,5828,9028,00
Fornecimento e gestão de recursos humanos22,8329,1527,70
Medição de consumo de energia elétrica, gás e água23,4529,7726,90
Atividades de serviços prestados principalmente às empresas26,0032,2924,20
Serviços de vigilância, segurança e investigação11,1022,84105,70
Educação privada14,1424,8675,80
Saúde privada19,0426,3438,30
Serviços de artes, cultura, esporte e recreação14,4224,9473,00
Organizações patronais, sindicais e outros serviços associativos16,5827,8167,70
Manutenção de computadores, telefones e objetos domésticos19,9725,9630,00
Serviços pessoais20,4924,7620,80

 

Para a Central Brasileira do Setor de Serviços (Cebrasse) o aumento nos impostos sobre empresas de segurança, vigilância e limpeza pode elevar os custos e, consequentemente, os valores cobrados nos condomínios residenciais, por exemplo.

Jorge Segeti diz que, apesar de o setor não ser contra a implementação dos IVAs, a diminuição dos tributos sobre a folha de pagamento seria necessária para evitar um aumento de preços ao consumidor.

“A folha não foi alterada, e o salário continua sendo tributado a 40%. Para um funcionário que recebe R$ 1 mil, por exemplo, você gasta R$ 400 em tributos. E isso não inclui 13º salário ou férias. É só de imposto que vai para a previdência. Esse ponto não foi mexido. Continua pesado”, diz.

Leia matéria completa no link:

https://g1-globo-com.cdn.ampproject.org/c/s/g1.globo.com/google/amp/economia/noticia/2023/11/07/reforma-tributaria-impactos-servicos.ghtml

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here